PIS Faturamento – Saldo PIS


A sigla PIS significa Programa de Integração Social. É uma contribuição tributária para pessoas jurídicas e o trabalhador brasileiro, que trabalhou em empresa privada, tem direito a sacar esse benefício, que é determinado por Lei e ainda colabora para o desenvolvimento das empresas do setor. O pagamento do PIS é feito pela Caixa Econômica Federal.

As contribuições para o PIS

A partir da Constituição de 1988, todas as contribuições para esse Programa, passaram a financiar o programa do seguro-desemprego e o abono de um salário mínimo por ano, para os empregados que recebem até dois salários mínimos federais mensais de empregadores que são contribuintes do PIS. Esses rendimentos podem ser sacados de acordo com o calendário de pagamentos.

As alíquotas do PIS

Existem algumas modalidades usadas para pagamento e recolhimento do PIS, que as diferenciam dessa alíquota de pagamento, conforme seu enquadramento da empresa e são o PIS cumulativo e o PIS não cumulativo. As alíquotas são um percentual ou um valor fixo que pode ser usado para se fazer o cálculo de um tributo.

No PIS Cumulativo

Empresas que foram enquadradas no Simples Nacional, como Microempresas (ME) ou (EPP) Empresa de pequeno porte, o PIS está incluído no pagamento mensal e unificado dos impostos e contribuições e não em separado. Nesse caso a alíquota do PIS faturamento é de 0,65%.

No PIS não cumulativo

Na modalidade não cumulativa, para pessoas jurídicas de direito privado e equiparado pelo Imposto de Renda, tributadas e com base no lucro real. Nessa forma de PIS não cumulativo, que apura da contribuição onde se debita do faturamento e se pode creditar sobre compras e algumas outras despesas e em tal caso essa alíquota do PIS não cumulativo é de 1,65%.

O COFINS

Quando falamos em PIS, é também comum ouvirmos falar do COFINS, que quer dizer uma Contribuição para Financiamento de Seguridade Social. As alíquotas do COFINS são de 3% e de 4% e incidentes sobre a receita de bancos comerciais, de investimentos, caixas econômicas e outros. Esse faturamento é feito com base no faturamento do mês, na receita bruta das vendas de mercadorias e de serviços. É esse valor que é a receita bruta de uma empresa.

O Fator gerador

O fator gerador do PIS e da COFINS é o faturamento mensal, que são o total de receitas ganhas pela pessoa jurídica, isso é independente de sua denominação ou classificação contábil. O objetivo aqui nesse texto foi o de mostrar mais claramente, como é o faturamento no PIS.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: